Submarino da Classe Daphne (Barracuda)

HEL81069

Novo produto

Modelo em plástico do submarino da classe Daphne, da Heller. Serve para construir o «Barracuda» da Marinha Portuguesa, na escala 1:400.

    

Mais detalhes

1 Item

Disponível para entrega imediata.

Ao comprar este produto pode ganhar até 15 pontos de fidelização. Seu carrinho totalizará 15 pontos de fidelização que podem ser convertidos num vale de desconto de 0,15 €.


15,95 € Com IVA

0.28 kg
Entrega: 1 a 5 dias úteis

Adicionar à Lista de desejos

Ficha informativa

MarcaHeller
Referência81069
TipoKit em plástico
Escala1:400
MotivoSubmarino militar
Peças plástico31
Tamanho144,5x17mm
DecalquesMarinha de Guerra Francesa
Periodo históricoAnos 60 até à atualidade
AtençãoNão incluí tintas nem cola (venda em separado).

Mais informação

Primeira construção de uma série de onze, o submarino “DAPHNE” foi baptizado a 10 de Outubro de 1955. Colocado na doca em Março de 1958 nos estaleiros de Dubigeon de Nantes, foi posto
a nado a 20 de Junho de 1959 e efectuou os seus primeiros ensaios a 14 de Janeiro de 1961, data em que saiu de Nantes e se aproximou de Cherbourg para conclusão.
Entrando em serviço entre 1964 e 1970, os “DAPHNE” de 1000 toneladas, com propulsão clássica, eram submarinos de elevado desempenho.
Tomando as características do aparelho de propulsão, a detecção, silêncio e maneabilidade da classe “ARETHUSE”, de que eram, de algum modo, uma extrapolação, as especificações destes submarinos oceânicos davam ênfase à profundidade de imersão, meios de detecção e armamento. Mas não podiam recarregar os seus tubos no mar.
Estas unidades deviam efectuar as suas missões completamente em mergulho. Todas as instalações foram estudadas para tornar a vida a bordo relativamente confortável, utilizando da melhor
maneira o espaço disponível.
A classe “DAPHNE” foi modernizada a partir do ano de 1971 para receber o sonar DUUA2B (incluindo uma cúpula de proa mais volumosa) e a DLTD3A, que permitia o lançamento de torpedos filoguiados F17.
Foram feitas onze construções para a Marinha francesa nos arsenais de Cherbourg e de Brest, bem como nos estaleiros de Dubigeon em Nantes.
A classe Daphné era um tipo de submarinos diesel-elétricos de patrulha construídos em França, entre 1958 e 1970 para a Marinha francesa e para a exportação. Esses navios eram versões ampliadas dos submarinos da classe Arethuse. Onze foram usados ​​pela França. Barcos deste projeto foram vendidos para vários outros países: Paquistão (3), Portugal (4), África do Sul (3), Espanha (4). No entanto, dois (Euridice 1970 e Minerve 1968) tiveram acidentes que originaram a quebra das vendas. A causa acabou por ser considerada uma anomalia de estanque. Os submarinos foram demolidos na década de 1990 e Portugal vendeu um de seus barcos para o Paquistão. Esse, de nome PNS Hangor afundou a fragata indiana INS Khukri durante o ano de 1971, na guerra indo-paquistanesa. O Paquistão também já desmobilizou este tipo de submarinos e está substituindo-o pelo Agosta e Agosta-90B, para o que a França deu a transferência de tecnologia e licença para exportar para outros países amigos.

Marinha Portuguesa (classe Albacora)

  • S163 Albacora - entregue em 1967 - desativado em 2000
  • S164 Barracuda - entregue em 1968 - desativado em 2010
  • S165 Cachalote - entregue em 1969 - vendido ao Paquistão em 1975
  • S166 Delfim - entregue em 1969 - desativado em 2005

Agora, com este kit em plástico da Heller, pode voltar no tempo, e construir a sua própria réplica à escala 1:400 quer do Cachalote, Albacora, Delfim ou do Barracuda, o submarino que vai ficar como museu vivo em Cacilhas.

Avaliações

Sem avaliações neste momento.

Escrever uma avaliação

Submarino da Classe Daphne (Barracuda)

Submarino da Classe Daphne (Barracuda)

Modelo em plástico do submarino da classe Daphne, da Heller. Serve para construir o «Barracuda» da Marinha Portuguesa, na escala 1:400.

    

Clientes que compraram este produto também compraram:

9 outros produtos na mesma categoria: